Poços Artesianos e Sustentabilidade: Entenda a Relação

Poços Artesianos e Sustentabilidade: Entenda a Relação

Os poços artesianos se tratam de poços em forma de tubo profundo que são feitos no solo com o objetivo de extrair água. Com uma aplicação bem feita, o mecanismo consegue fazer com que a água saia de forma natural.

Quando falamos de poços artesianos precisamos pensar no meio ambiente como uma das prioridades. Além de oferecer economia financeira, a alternativa proporciona inúmeros benefícios, como água de qualidade e em abundância.

É muito importante não deixar de lado o meio ambiente na hora de realizar as perfurações. Para melhor entendimento, nossa equipe reuniu todas as principais informações sobre o tema. Boa leitura!

Como ocorre a instalação dos poços?

Vários caminhões se preparando para construir um poço artesiano em um campo rural.

Por ser um poço diferente dos mais comuns, sua construção necessita de mais maquinário, que são bem específicos. As máquinas especiais conseguem perfurar rochas e sedimentos, além de ocupar o espaço de pelo menos dois caminhões (cerca de 7 metros de largura). A área onde o poço será construído precisa acomodar a estrutura desse maquinário.

Normalmente, a perfuração não costuma ser demorada. Dependendo do local, das condições climáticas e geográficas, costumam durar entre 2 e 20 dias.

A título de exemplo, é muito mais fácil perfurar poços que armazenam água de formações rochosas (a título de comparação com os poços sedimentares).

Como captar a água para irrigação?

A vazão da água precisa ser igual ou maior que a necessidade do sistema, porque apenas assim dá para irrigar. Se a bomba do poço oferecer menos água que o ideal para a irrigação, todo o sistema pode acabar sendo afetado. 

Desse modo, para exemplificar, se a vazão própria para irrigação é de 12 mil litros a cada hora, o poço deve ter a mesma vazão ou até mesmo maior. Outro ponto relevante a ser analisado é se o nível dinâmico do poço artesiano possui a profundidade necessária para o bombeamento de água. 

Atenção: É preciso que a diferença de água até a superfície seja somada aos demais componentes.

Entre eles, a diferença da altura da área, a pressão de operação, se há perda durante a irrigação e a distância do ponto de captura são alguns dos principais.  

Caso o poço artesiano ainda não possua vazão ideal, você precisará utilizar uma bomba no poço para que seja possível entregar água ao reservatório.

No geral, a melhor maneira de irrigar com água de poço artesiano irá depender de fatores específicos do seu sistema de irrigação.

Como os poços artesianos podem agredir o meio ambiente?

Apesar de sua aparência inofensiva, os poços artesianos podem apresentar dois riscos, à saúde e ao meio ambiente. Por exemplo, podem conter água contaminada e causar doenças na população, além de contribuir para a escassez de água do aquífero .

Nitratos, nitritos, coliformes e alguns dos elementos encontrados em água de poços irregulares , podem comprometer a saúde de toda a família.

Por exemplo, um estudo da Embrapa relaciona o consumo de nitrato a casos de câncer de estômago e câncer de esôfago em adultos, bem como a " síndrome do bebê azul " em crianças a partir dos seis meses de idade. A presença de coliformes, por outro lado , pode causar diarreia simples ou até hepatite A.

Assim, é de extrema importância saber quais os riscos que um poço artesiano pode apresentar à sua família, bem como ao meio ambiente. Antes de tomar qualquer decisão, é preciso:

  • Avaliar o terreno;
  • Considerar o objetivo de construir o poço;
  • Ter como meio maquinários eficazes;
  • Saber como a água pode impactar no meio ambiente daquela região.

Economia de Água

Com a crise econômica, é importante que a economia ocorra em todas as áreas, inclusive nos gastos com água. Para quem faz o uso constante de água, essa economia é ainda mais necessária.

Por isso, a instalação de poços artesianos é a melhor solução. Segundo especialistas, os poços artesianos podem gerar uma economia de até 50%.  

Poço artesiano prejudica o lençol freático?

Um poço artesiano jorrando água.

Não. Mas espere... então você quer me dizer que bombear água do lençol freático não o prejudica?

Não vamos mentir: em excesso, é definitivamente prejudicial. E como pode haver muitos poços subterrâneos no país, algumas áreas podem ficar sobrecarregadas.

No entanto, os poços artesianos comuns não danificam o lençol freático. Essas obras só podem ser realizadas com mandato governamental, respeitando o potencial hídrico da área - ou seja, só podem ser construídos poços se as reservas subterrâneas da área não estiverem comprometidas.

Além disso, poços profundos normalmente extraem água de aquíferos em vez de águas subterrâneas, o que significa que extraem reservas subterrâneas muito maiores.

Encontre uma empresa séria e você terá um excelente poço artesiano que não fará mal ao planeta.

Como ter um poço artesiano dentro da lei?

Vale ressaltarmos que todos os tipos de poço necessitam estar de acordo com a regularização referente à construção dos poços, caso contrário, ele será considerado clandestino. Nessa situação, o proprietário do local fica sujeito à interdição passível de multa. 

Além disso, os poços artesianos clandestinos também podem ser categorizados como crimes ambientais. Companhias de perfuração dignas de respeito realizam o processo de regularização junto a seus clientes, ou seja, buscam a licença ambiental de perfuração antes da construção do poço.

Não tenha dúvidas e contrate uma empresa comprometida em oferecer o melhor serviço com compromisso e responsabilidade. Entre em contato com a Geodril e realize seu orçamento.